A Incerteza do movimento de uma bola Oval "¿Qué clase de mundo es éste que puede mandar máquinas a Marte y no hace nada para detener el asesinato de un ser humano?" José Saramago
Quarta-feira, 22 de Maio de 2013
Portugal em meados do ano 2013

Podia ser uma imagem futurista, num Portugal distante e cheio de metáforas cinéfilas... mas, ao invés... decorre no presente...

 

Retirado do Público

«O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, anunciou nesta quarta-feira, em Berlim, que o banco público de investimento alemão KfW está a avaliar a extensão de apoio financeiro às empresas portuguesas, podendo assumir participações indirectas em pequenas e médias empresas (PME).

A promessa alemã de “ajudar” Portugal a criar um ambiente de negócios que estimule a actividade económica foi assumida pelo Governo de Berlim quando a chanceler Angela Merkel visitou Lisboa em Novembro e reforçada nesta quarta-feira pelo ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, que, na capital alemã, recebeu Vítor Gaspar para um encontro de trabalho.

Em conferência de imprensa, Gaspar ouviu elogios de Schäuble à aplicação do programa de ajustamento português – o tema na agenda do encontro bilateral desta quarta-feira – e recebeu a garantia de que as autoridades alemãs estão “disponíveis para ajudar” Portugal na dinamização do tecido económico.

Num momento em que a economia está faminta de investimento, mas a torneira do crédito às empresas escasseia, o ministro das Finanças português diz que Portugal pode contar, em particular, com a colaboração do banco de desenvolvimento alemão. A instituição “estará disponível para explorar a possibilidade de estender linhas de crédito a Portugal ou participar no capital das PME de formas intermediadas indirectamente por instituições portuguesas”, afirmou Vítor Gaspar, citado pela Lusa.

O Kreditanstalt für Wiederaufbau (KfW) foi criado em 1948 para financiar a reconstrução alemã no pós-Guerra e funciona hoje como um banco de desenvolvimento, para apoiar projectos empresariais estruturantes.

No plano para o crescimento que o Governo designou como Estratégia para o Crescimento, Emprego e Fomento Industrial 2013-2020, o ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, prevê a criação dessa instituição financeira de desenvolvimento. A ideia é, numa primeira fase, o financiamento ser assegurado através de fundos estruturais, podendo mais tarde a instituição captar financiamento nos mercados.

Em Novembro, Merkel abriu a porta à participação da Alemanha na criação em Portugal de um banco idêntico, colaboração que, disse Vítor Gaspar, “está desde já a ocorrer na área técnica”.

Wolfgang Schäuble defendeu a necessidade de os dois países reforçarem a colaboração, para dinamizar a economia e combater o desemprego, que em Portugal atinge 17,7% da população activa, mas que, reforçou Schäuble, não é apenas um problema português. É de toda a Europa, disse, a dias de Berlim apresentar, com o Governo francês, uma proposta centrada no combate ao desemprego jovem

 

http://www.publico.pt/economia/noticia/gaspar-anuncia-apoio-de-banco-publico-alemao-as-pme-portuguesas-1595174

 

Retirada a literatura, saltam vários pensamentos.

Um banco alemão a emprestar dinheiro a empresas portuguesas?

E a Caixa Geral de Depósitos? Qual o papel do nosso banco estatal?

Até que ponto, isto não será um acto de perda de soberania. Até que ponto, isto não passa de uma operação semi-pública de intromissão no desenvolvimento da estratégia económica nacional?

Portugal, que neste momento não tem a soberania estabilizada e está dependente do directório UE/BCE/FMI, mais EIXO-BERLIM e restantes aderentes ao ideal alemão pseudo-económico, como tal, espartilhado em compromissos aceites anteriormente está sujeito a estas jogatanas. 

A noticia é apresentada como uma vitória dos préstimos de Vitor Gaspar, o tal que não foi coisíssima nenhuma eleito pelos portugueses, mas é o mesmo que nos está a enterrar, baseado num pressuposto filosófico-económico ultra(íssimo) liberal, no qual os portugueses são cobaias.

 

Outra notícia que nos mostra como e a quem estamos entregues.

Desta vez é o pai de Passos Coelho, este sim eleito pelos portugueses que nele depositaram confiança, que vem alertar para a festança que irá proporcionar ao seu filho mal ele entregue as cinzas do país.

 

Leia-se.

http://www.noticiasaominuto.com/politica/75398/passos-est%C3%A1-morto-por-se-ver-livre-disto-diz-o-pai-que-avisou-vais-te-lixar#.UZzeHqK1H5I

 

“Não vás para o Governo, o País não tem conserto”. Este foi o recado deixado por António Passos Coelho, pai do primeiro-ministro e ex-dirigente do PSD, antes de o filho assumir a liderança do Executivo. “Vais-te lixar”, vaticinou, avisando, na altura que “toda esta gente que está aqui vai vaiar-te. Agora estão aqui todos contigo, mas daqui a um ano vão vaiar-te”.

Ora, Passos Coelho pai adivinhou o que se viria a confirmar, agora mais do que nunca, garantindo que o seu filho “é um tipo sério, não anda lá para se governar”. António certifica também que o primeiro-ministro está consciente das dificuldades impostas aos portugueses. “Julgam que o meu filho não sabe? Coitado, sabe Deus o que ele passa”.

E, nesta senda, o médico reformado salienta: “O meu filho está morto por se ver livre disto”, acrescentando que a família fará “uma festa” quando Passos abandonar o cargo.

António Passos Coelho anteviu o que esperaria o seu filho e prevê agora que o Executivo irá perder as eleições “porque estes desígnios da austeridade são tramados”. Aliás, o próprio assinala que qualquer dia não sabe como vai “viver. “Vivo da reforma e a cortar, a cortar, não sei como vou viver”, concretiza em declarações ao i.

Ainda assim, realça o médico aposentado, “não há dúvidas de que temos de fazer sacrifícios, temos de viver em austeridade, não há volta a dar”.

Relativamente ao ministro dos Negócios Estrangeiros e líder do CDS, Paulo Portas, o pai do chefe de Governo diz que “é um moço inteligente, um moço sobredotado”. Já sobre o secretário-geral do PS, António José Seguro, comenta que o mesmo se tem esforçado para ultrapassar “um problema chato” e que “agradar a Deus e ao Diabo é difícil”.

 


tags:

publicado por blogoval às 16:04
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


posts recentes

Redireccione para o blog ...

Verão Quente de 2013

... do «paradigma» de uma...

Euromilhões e as probabil...

José Saramago - «in memor...

Pedro Abrunhosa - 'Toma C...

Martin Luther King's - Ma...

PS e PCP com maioria abso...

Vitor Gaspar o falso mete...

Pablo Aimar, a quem chama...

Porutgal e o LIXO na noss...

José e Pilar - o filme - ...

José Saramago - Entrevist...

Portugueses e a libertaçã...

Grupo Controlinveste vend...

arquivos

Janeiro 2015

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

josé saramago(93)

outros cadernos de saramago(81)

benfica(61)

mundial de futebol(22)

carlos queiroz(9)

cavaco silva(9)

josé sócrates(9)

manuel joão vieira(9)

selecção nacional(9)

liga2010/11(8)

estrela da amadora(7)

futebol(7)

jorge jesus(7)

josé mourinho(7)

tsf(7)

500 metal(6)

carlos cruz(6)

casa pia(6)

champions league(6)

heavy metal(6)

saramago(5)

25abril(4)

antónio feio(4)

crise(4)

henricartoon(4)

manowar(4)

pedro passos coelho(4)

portugal(4)

sporting(4)

balas e bolinhos(3)

carl sagan(3)

casamento gay(3)

cosmos(3)

inter de milão(3)

luis freitas lobo(3)

papa(3)

pedro abrunhosa(3)

politica(3)

psd(3)

roberto(3)

socrates(3)

agostinho da silva(2)

apito dourado(2)

arrábida(2)

atletismo(2)

baltasar garzón(2)

campeões(2)

cuba(2)

educação(2)

elefante(2)

emperor(2)

enapá2000(2)

festa do avante(2)

fpf(2)

frança(2)

governo(2)

iraque(2)

iron maiden(2)

israel(2)

metallica(2)

passos coelho(2)

playboy(2)

portagens(2)

porto(2)

ps(2)

pt(2)

real madrid(2)

ricardo rodrigues(2)

sócrates(2)

tgv(2)

troika(2)

zeca afonso(2)

1.º maio(1)

100 anos(1)

11/9(1)

2010(1)

86 anos(1)

abril(1)

acidentes(1)

aeroportos(1)

agências de rating(1)

aimar(1)

alentejo(1)

álvaro cunhal(1)

ambiente(1)

aminatou haidar(1)

animação(1)

ano morte ricardo reis(1)

antena1(1)

avante(1)

barack obama(1)

bento xvi(1)

bertolt brecht(1)

bes(1)

biblioteca nacional(1)

blind guardian(1)

blog(1)

bnp(1)

bp(1)

braga(1)

todas as tags

links
«Viagem a Portugal» - José Saramago

Ver Viagem a Portugal - José Saramago num mapa maior
Counter
blogs SAPO
subscrever feeds