A Incerteza do movimento de uma bola Oval "¿Qué clase de mundo es éste que puede mandar máquinas a Marte y no hace nada para detener el asesinato de un ser humano?" José Saramago

Sexta-feira, 14 de Maio de 2010
Baltasar Garzón (reacção de José Saramago)

Via Fundação José Saramago

Não se entende

 

O Poder Judiciário Baltasar Garzon suspensa
para investigar os crimes do franquismo

*

"Enfrentar o processo com tranqüilidade, sabendo que eu sou inocente"
Baltasar Garzon

"Trata-se confrontados com situações complexas, com otimismo, mas com calma, com tranqüilidade, sabendo que eu sou inocente das acusações feitas contra mim. Como o homem que cumprem a lei, só posso assumir a decisão de amanhã para exercer minha defesa deixar absolutamente claro que a situação ".

*

Com Garzón

Como as lágrimas do Juiz Garzón Hoje São como minhas lágrimas. HA anos, a UM MEIO-DIA, Uma notícia Tomei Conhecimento de Uma das Maiores Foi a Minha alegrias da vida: Pinochet acusação. O meio-dia Outra notícia que recebemos, esse Mais tristes e desesperançadas das, ou seja, Quem Foi com atreveu ditadores AFASTADO dá-lhe o cabelo colegas de bancada SEUS. Ou Melhor dito, para processaram Juiz Nem nunca ouviram Pinochet como fazer Vitim Franco.

Garzón É o exemplo que quer Não tinha Florence Camponês QUANDO Razão, em plena idade Média, dobra fez seios falecido para você, porque, dizi, um nariz havi justiça. Com Garzón sabia que como leis EO Seu Espírito Estavam vivos porque viam como agir. Com ou você seios afastamento Garzon, Depois do Farao glória de toque para você falangistas Gürtell caso não participe você, você concessionários de drogas, terroristas e eu dou-lhe ditaduras nostálgico, dobra voltarão ao falecido, porque estado Justiça EO Direito avançaram Não , Nem Terao Ganhar Não Quem transparente e em frente, para trás. Dobrarão aos mortos, Sim, mas sabem reconhecer Milhões de Pessoas ou corpo, que Não É o de Garzón, iluminado, respeitado e querido em todo o mundo ou, mais ou daqueles que todos com ou tipo de trapaça, nao Uma Sociedade com Memória Quereme , SA, livre e valente.

José Saramago



publicado por blogoval às 22:34
link do post | comentar | favorito
|

Justiça morta...
Em Espanha, num país marcado pela história férrea da ditadura, um homem levantou-se contra o terrorismo, contra a força da injustiça.
Ao longo dos anos, deu o corpo às balas. Vive em permanente sufrágio da liberdade, rodeado por seguranças luta contra quem lhe pretende tirar a voz e a vida.
A direita reaccionária, franquista e fascista, lançou um artificio contra a sua luta.
Mais cara que a morte de Baltasar Garzón é a censura do seu trabalho.
Aqui ao lado, na vizinha Espanha, à semelhança do que se passa um pouco por todo o mundo, há poderes térreos e subterraneos que matam um dos pilares principais da vida em sociedade - a justiça.
Hoje, Espanha, está mais longe da justiça social e rectificação da memória de um povo.
Calaram o homem que teve a coragem de acusar o muribundo Pinochet.
Escritor José Saramago lamenta afastamento de juiz espanhol

(AFP)

RIO DE JANEIRO — O escritor português José Saramago disse nesta sexta-feira que "as lágrimas do juiz (Baltasar) Garzón são hoje as minhas lágrimas", ao comentar a decisão da Justiça espanhola de afastar o magistrado indiciado por investigar crimes da época da ditadura franquista.

"As lágrimas do juiz Garzón hoje são as minhas lágrimas. Há anos, tomei conhecimento de uma notícia que foi uma das maiores alegrias da minha vida: a acusação a Pinochet. Este meio-dia recebi outra notícia, esta das mais tristes e desesperançadas: que quem se atreveu com os ditadores foi afastado da magistratura pelos seus pares", afirma o escritor, em texto publicado no site da Fundação José Saramago. "Ou melhor dito, por juízes que nunca processaram Pinochet nem ouviram as vítimas do franquismo."

Para o escritor, com Garzón "sabíamos que as leis e o seu espírito estavam vivos, porque os víamos atuar". "Com o afastamento de Garzón, os sinos, depois do repique a glória que farão os falangistas, os implicados no caso Gürtell, os narcotraficantes, os terroristas e os nostálgicos das ditaduras, voltarão a dobrar a finados, porque a justiça e o estado de direito não avançaram, nem terão ganho em transparência e quem não avança, retrocede", escreveu, referindo-se a uma história segundo a qual um camponês de Florença, durante a Idade Média, fez dobrar os sinos a finados porque, dizia, a justiça tinha morrido.

"Dobrarão a finados, sim, mas milhões de pessoas sabem reconhecer o cadáver, que não é o de Garzón, esclarecido, respeitado e querido em todo o mundo, mas o daqueles que, com todo o tipo de argúcias, não querem uma sociedade com memória, sã, livre e valente."



publicado por blogoval às 22:23
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


posts recentes

Baltasar Garzón (reacção ...

Justiça morta...

arquivos

Janeiro 2015

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

josé saramago(93)

outros cadernos de saramago(81)

benfica(61)

mundial de futebol(22)

carlos queiroz(9)

cavaco silva(9)

josé sócrates(9)

manuel joão vieira(9)

selecção nacional(9)

liga2010/11(8)

estrela da amadora(7)

futebol(7)

jorge jesus(7)

josé mourinho(7)

tsf(7)

500 metal(6)

carlos cruz(6)

casa pia(6)

champions league(6)

heavy metal(6)

saramago(5)

25abril(4)

antónio feio(4)

crise(4)

henricartoon(4)

manowar(4)

pedro passos coelho(4)

portugal(4)

sporting(4)

balas e bolinhos(3)

carl sagan(3)

casamento gay(3)

cosmos(3)

inter de milão(3)

luis freitas lobo(3)

papa(3)

pedro abrunhosa(3)

politica(3)

psd(3)

roberto(3)

socrates(3)

agostinho da silva(2)

apito dourado(2)

arrábida(2)

atletismo(2)

baltasar garzón(2)

campeões(2)

cuba(2)

educação(2)

elefante(2)

emperor(2)

enapá2000(2)

festa do avante(2)

fpf(2)

frança(2)

governo(2)

iraque(2)

iron maiden(2)

israel(2)

metallica(2)

passos coelho(2)

playboy(2)

portagens(2)

porto(2)

ps(2)

pt(2)

real madrid(2)

ricardo rodrigues(2)

sócrates(2)

tgv(2)

troika(2)

zeca afonso(2)

1.º maio(1)

100 anos(1)

11/9(1)

2010(1)

86 anos(1)

abril(1)

acidentes(1)

aeroportos(1)

agências de rating(1)

aimar(1)

alentejo(1)

álvaro cunhal(1)

ambiente(1)

aminatou haidar(1)

animação(1)

ano morte ricardo reis(1)

antena1(1)

avante(1)

barack obama(1)

bento xvi(1)

bertolt brecht(1)

bes(1)

biblioteca nacional(1)

blind guardian(1)

blog(1)

bnp(1)

bp(1)

braga(1)

todas as tags

links
«Viagem a Portugal» - José Saramago

Ver Viagem a Portugal - José Saramago num mapa maior
Counter
blogs SAPO
subscrever feeds