A Incerteza do movimento de uma bola Oval "¿Qué clase de mundo es éste que puede mandar máquinas a Marte y no hace nada para detener el asesinato de un ser humano?" José Saramago

Sábado, 25 de Maio de 2013
“Carta Aberta” ao Presidente por Carlos Vaz
Carta publicada no Facebook, por Carlos Paz

“Meu caro Ilustre Prof. CAVACO SILVA,

Tomo a liberdade de me dirigir a V. Exa., através deste meio [o Facebook], uma vez que o Senhor toma a liberdade de se dirigir a mim da mesma forma. É, aliás, a única maneira que tem utilizado para conversar comigo (ou com qualquer dos outros Portugueses, quer tenham ou não, sido seus eleitores).

Falando de eleitores, começo por recordar a V. Exa., que nunca votei em si, para nenhum dos cargos que o Senhor tem ocupado, praticamente de forma consecutiva, nos últimos 30 anos em Portugal (Ministro das Finanças, Primeiro Ministro, Primeiro Ministro, Primeiro Ministro, Presidente da República, Presidente da República).

No entanto, apesar de nunca ter votado em si, reconheço que o Senhor:
1) Se candidatou de livre e espontânea vontade, não tendo sido para isso coagido de qualquer forma e foi eleito pela maioria dos eleitores que se dignaram a comparecer no acto eleitoral;
2) Tomou posse, uma vez mais, de livre vontade, numa cerimónia que foi PAGA POR MIM (e por todos os outros que AINDA TINHAM, nessa altura, a boa ventura de ter um emprego para pagar os seus impostos);
3) RESIDE NUMA CASA QUE É PAGA POR MIM (e por todos os outros que AINDA TÊM a boa ventura de ter um emprego para pagar os seus impostos);
4) TEM TODAS AS SUAS DESPESAS CORRENTES PAGAS POR MIM (e pelos mesmos);
5) TEM TRÊS REFORMAS CUMULATIVAS (duas suas e uma da Exma. Sra. D. Maria) que são PAGAS por um sistema previdencial que é alimentado POR MIM (e pelos mesmos);
6) Quando, finalmente, resolver retirar-se da vida política activa, vai ter uma QUARTA REFORMA (pomposamente designada por subvenção vitalícia) que será PAGA POR MIM (e por todos os outros que, nessa altura, AINDA TIVEREM a boa ventura de ter um emprego para pagar os seus impostos).

Neste contexto, é uma verdade absoluta que o Senhor VIVE À MINHA CUSTA (bem como toda a sua família directa e indirecta).

Mais: TEM VIVIDO À MINHA CUSTA quase TODA A SUA VIDA.

E, não me conteste já, lembrando que algures na sua vida profissional:
a) Trabalhou no Banco de Portugal;
b) Deu aulas na Universidade; no ISEG e na Católica.

Ambos sabemos que NADA DISSO É VERDADE.

BANCO DE PORTUGAL: O Senhor recebia o ordenado do Banco de Portugal, mas fugia de lá, invariavelmente com gripe, de cada vez que era preciso trabalhar. Principalmente, se bem se lembra (eu lembro-me bem), aquando das primeiras visitas do FMI no início dos anos 80, em que o Senhor se fingiu doente para que a sua imagem como futuro político não ficasse manchada pela associação ao processo de austeridade da época. Ainda hoje a Teresa não percebe como é que o pomposamente designado chefe do gabinete de estudos NUNCA esteve disponível para o FMI (ao longo de MUITOS meses. Grande gripe essa).

Foi aliás esse movimento que lhe permitiu, CONTINUANDO A RECEBER UM ORDENADO PAGO POR MIM (e sem se dignar sequer a passar por lá), preparar o ataque palaciano à Liderança do PSD, que o levou com uma grande dose de intriga e traição aos seus, aos vários lugares que tem vindo a ocupar (GASTANDO O MEU DINHEIRO).

AULAS NA UNIVERSIDADE: O Senhor recebia o ordenado da Universidade (PAGO POR MIM). Isso é verdade. Quanto ao ter sido Professor, a história, como sabe melhor que ninguém, está muito mal contada. O Senhor constava dos quadros da Universidade (hoje ISEG), mas nunca por lá aparecia, excepto para RECEBER O ORDENADO, PAGO POR MIM. O escândalo era de tal forma que até o nosso comum conhecido JOÃO DE DEUS PINHEIRO, como Reitor, já não tinha qualquer hipótese de tapar as suas TRAPALHADAS. É verdade que o Senhor depois acabou por o presentear com um lugar de Ministro dos Negócios Estrangeiros, para o qual o João tinha imensa apetência, mas nenhuma competência ou preparação.

Fica assim claro que o Senhor, de facto, NUNCA trabalhou, poucas vezes se dignou a aparecer nos locais onde recebia o ORDENADO PAGO POR MIM e devotou toda a vida à sua causa pessoal: triunfar na política.

Mas, fica também claro, que o Senhor AINDA VIVE À MINHA CUSTA e, mais ainda, vai, para sempre, CONTINUAR A VIVER À MINHA CUSTA.

Sou, assim, sua ENTIDADE PATRONAL.

Neste contexto, eu e todos os outros que O SUSTENTÁMOS TODA A VIDA, temos o direito de o chamar à responsabilidade:
a) Se não é capaz de mais nada de relevante, então: DEMITA-SE e desapareça;
b) Se se sente capaz de fazer alguma coisa, então: DEMITA O GOVERNO;
c) Se tiver uma réstia de vergonha na cara, então: DEMITA O GOVERNO e, a seguir, DEMITA-SE.

Aproveito para lhe enviar, em nome da sua entidade patronal (eu e os outros
PAGADORES DE IMPOSTOS), votos de um bom fim de semana.

Respeitosamente,
Carlos Paz”


publicado por blogoval às 17:00
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 24 de Maio de 2013
Miguel Sousa Tavares - “Nós já temos um palhaço. Chama-se Cavaco Silva"

Via Noticias ao Minuto - 

http://www.noticiasaominuto.com/politica/76147/sousa-tavares-chama-palha%C3%A7o-a-cavaco-e-diz-que-pior-%C3%A9-dif%C3%ADcil#.UZ9y96K1H5I

 

“Já não temos idade para brincar aos generais”, começa por sublinhar Miguel Sousa Tavares numa extensa entrevista publicada hoje no Jornal de Negócios. E prossegue: “O pior que nos pode acontecer é um Beppe Grillo, um Sidónio Pais. Mas não por via militar”.

Nesta senda, questionado sobre se um dia nos pode “calhar um ditador populista, um palhaço”, numa alusão a declarações de Pacheco Pereira, Sousa Tavares responde: “Nós já temos um palhaço. Chama-se Cavaco Silva. Muito pior do que isso, é difícil”.

O comentador político e escritor, que lança agora a sua obra mais recente, ‘Madrugada Suja’, faz notar, no mesmo tom cáustico, que “estamos hoje reduzidos aos Passos Coelhos e Antónios Josés Seguros. Que são o grau zero da política”.

No entender de Sousa Tavares, “os três mal endémicos de Portugal são a dependência do Estado, o poder das corporações e a inveja”, lembrando, a este propósito, uma tese do seu pai a qual indicava “que os países não progridem sem elite e que a elite portuguesa morreu toda em Alcácer-Quibir”.

O escritor define ainda os portugueses como ora sendo “escravos”, ora sendo “reis”. “São capazes do melhor e do pior”, concretiza Sousa Tavares.

 

------------------------- \o/ --------------------------- 

 

 

Via Jornal de Negócios - 

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/politica/detalhe/miguel_sousa_tavares_admite_ter_sido_excessivo_em_relacao_a_cavaco.html

A Procuradoria Geral da República abriu um inquérito a Miguel Sousa Tavares na sequência de declarações hoje ao Jornal de Negócios por serem suscetíveis de configurar um crime de ofensa à honra do Presidente da República.

A PGR considerou que "as expressões proferidas são susceptíveis de integrar a prática do crime de ofensa à honra do Presidente da República, previsto no artigo 328.º do Código Penal".

A Procuradoria Geral da República abriu um inquérito a Miguel Sousa Tavares na sequência da sua

entrevista hoje ao Jornal de Negócios por serem susceptíveis de configurar um crime de ofensa à honra do Presidente da República.

 

 

-------------------------------------------------------- \o/ -------------------------------------------------------------------

 

 

Dizia José Saramago, que só os homens livres e que não tenham nada a perder, podem lutar e combater pelas suas verdades sem medo que lhes roubem o pão ou a liberdade fisica, porque éssa está sujeita a um código cívil, embora a liberdade intelectual só está condicionada pela introspecção da pessoa.

Miguel Sousa Tavares, abriu a boca, o jornal deu o destaque e fez a parangona que lhe aprove.

Pode ser discutível o tamanho e interpretação das palavras, o peso negativo da profissão e figura do palhaço, do pobre claro está, não do rico, porque essa tem «sindicato». Mas há algo que não tem contestação dentro de uma enorme franja da sociedade, é que Cavaco Silva é o pior Presidente desta República.

Foi Cavaco Silva que desonrou o papel da sua figura institucional, ao não interromper as suas férias aquando da morte de José Saramago. Foi esse senhor que na recente visita a uma das maiores feiras de livro das «américas», em Bogotá, voltou a não referenciar e a fazer a paz com o nome inestimável de Saramago.

Foi Cavaco que viu as vacas açoreanas a rirem-se para ele. É Cavaco que brame nevoeiros e lembra que ele avisa, como se de um aviso bastasse para que o povo seguisse melhores sortes.

Foi também Cavaco que se remete ao silêncio e ninguém sabe dele.

E foi vergonhosa a alusão à miséria da reforma que ele ganha e que não lhe chega para as despesas do fim do mês. Ganha 485€? Não. Ganha mais de 10.000 €, está tudo dito, quando o nojo que se sente ultrapassa o decoro das palavras

Na história do Portugal recente, não moderno porque não chegámos a esse patamar, em 39 anos decorridos do 25 de Abril, houve uma figura de estado que fechou as festevidades do 5 de Outubro de 2012 e as comemorações do 25 de Abril, agora em 2013, para longe do Palácio de Belém - este acto por si só demonstra a categoria e a linha de pensamento de tal figura. 

Afastar o povo, afastar a plebe, afastar os ignorantes... repelir tudo o que possa apelar às liberdades e garantias das gentes deste país.

Cavaco Silva, é pelos barómetros politicos, o primeiro presidente que tem o indice de popularidade mais baixo de sempre, e baixo, leia-se negativo.

Consultado o quadro da CNE, é importante lembrar quem elegemos. As eleições de 2011 para as presidenciais, teve uma taxa de abstenção de 53,48% (5.164.859 eleitores que não votaram), mais 277.593 votos brancos e nulos.

Dos eleitores, 52,95% votaram na reeleição deste senhor (2.231.956).

Se considerármos pelos barómetros políticos, se a taxa de rejeição e opinião negativa ou muito negativa for de 66%, onde os restantes não sabem, não respondem, não teem opinião ou até ainda gostam dele, por esta percepção numéria, estou em crer que perto de 1.500.000 eleitores o pretendem ver dali para fora.

Isto demonstra o quê?

Demonstra que a figura historicamente menos contestada da sociedade civil, conseguiu ser umas das mais odiadas, sem ser capaz de ser o garante da estabilidade de tensões, já que ele divide e não une.

Atente-se nesta situação. Se Portugal tiver uma catástrofe natural ou um atentado, não se vê no carácter esfingico de Cavaco Silva uma emoção que possa confortar uma população. Barack Obama tem tido o azar de ser chamado a prestar este triste serviço, mas genuinamente o mundo inteiro sente nela uma força e um apoio...

 

Miguel Sousa Tavares, já veio dizer na TSF que se excedeu no ataque à figura de estado... e depreende-se que do homem nem merece consideração.


 

 

Resultados Nacionais
InscritosVotantesAbstençõesBrancosNulos
TotalPercent.TotalPercent.TotalPercent.TotalPercent.
9657312 4492453 46,52% 5164859 53,48% 192127 0,00% 85466 0,00%
 

 Votação por Candidato - Resultados Nacionais
 Aníbal António Cavaco SilvaManuel Alegre de Melo DuarteFernando de La Vieter Ribeiro NobreFrancisco José de Almeida LopesJosé Manuel da Mata Vieira CoelhoDefensor de Oliveira Moura
Total 2231956 831838 593021 301017 189918 67110
Percent. 52,95% 19,74% 14,07% 7,14% 4,51% 1,59%

 



publicado por blogoval às 15:04
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 7 de Setembro de 2010
Cavaco Vs. Sócrates... a verdade que as mentiras ditas apresentam...


publicado por blogoval às 14:39
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 20 de Julho de 2010
Cavaco foi com a mala fazer cobranças dificeis.....

Copiado e Colado daqui...

 

O Presidente angolano anunciou, após um primeiro encontro com o homólogo português, que as dívidas às Pequenas e Médias Empresas (PME) portuguesas são pagas dentro de dois meses. José Eduardo dos Santos estima que Luanda deva às PME portuguesas cerca de 30 por cento dos 5,2 mil milhões de euros da dívida geral angolana, ou seja, 1.500 milhões de euros.

 

 

 

Quem precisar de alguma ajuda, no serviço de cobranças, seja em Portugal, nos Palop's, na Europa... ou no resto do mundo... já sabe que deve de contactar o «cobrador do fraque» da loja de Belém.



publicado por blogoval às 19:06
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 26 de Junho de 2010
Cavaco e os 2 de 3 principios....

Via Lisboa, 25 jun (Lusa) 

Cavaco Silva disse: "Eu sou uma pessoa que tem dois princípios fundamentais na vida: a honestidade e a verdade e cumprir as promessas feitas. Está lá escrito, é para cumprir até ao último dia".

 

Isso não serão 3?

Será que o antigo PM, letrado economista já não sabe contar.

Ou estará num processo tal, de equivocos e confussões que o têm levado a esquecer a sensibilidade com que deve nortear o peso do cargo e o desempenho das suas funções?

Um homem não deve guiar o seu caminho através de um livro de instruções. Para isso compra-se um aspirador, tem um on/off e um regulador de velocidade. Um homem mesmo seguindo os 2 (???!!!!) principios - a honestidade, a verdade e cumprir com todas as promessas, deve porém de apresentar a capacidade para ser humilde e reconhecer os seus erros. A sua fuga para os Açores foi imprópria. 



publicado por blogoval às 15:37
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 22 de Junho de 2010
Cavaco Silva ... algumas reacções

 

 

O povo português tem de lhe pedir desculpa pelo incomodo...

(via DN)



publicado por blogoval às 19:46
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 20 de Junho de 2010
Cavaco... vais pagá-las....

 

Via HenriCartoon



publicado por blogoval às 17:37
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 19 de Junho de 2010
Para que serve um Presidente da República?
Até ao final do dia de hoje, sabe-se que Cavaco Silva estará a «banhos» nos Açores, não se deslocando a Lisboa para prestar homenagem a José Saramago.
Sendo uma figura, a quem o Estado presta homenagem funebre com honras militares, manda o cinismo protocolar e o politicamente correcto, que com a morte de uma figura controversa, toda a sociedade se unisse em seu redor, nem que seja por alguns instantes. Existe a desculpa do prémio Nobel, das imensas linguas em que as suas obras estão traduzidas, do consenso espanhol à volta da sua posição «Iberistica», dos milhões de exemplares vendidos no mundo e a sua intervenção social, são mais que motivos unificadores para prestar a homenagem devida.
Cavaco Silva, Presidente da República, representante único de todos os portugueses, acima de qualquer menção politica, está a colocar a sua pequenez e mesquinhez politica à frente das suas funções.
Como lhe é hábito, não toma decisões, nunca é oportuno expressar-se, está sempre a margem dos actos, factos e afins.
Desta vez, demonstra que não consegue saltar por cima dos seus fantasmas.
Foi Primeiro-Ministro de um incompetente Secretário de Estado, chamado Santana Lopes, que por sua vez, chefiava um Sub-Secretário de Estado chamado Sousa Lara, não mais competente.
Este tridente arrasta consigo o que de mau tem a censura em tempo de democracia. Os valores pessoais desta gente foram mais fortes que a justiça do acto. Ficou no tempo marcado.
Cavaco fica nos Açores, tal avestruz com o focinho enterrado na areia, esperando que a tempestade amaine. Santana Lopes no seu blog, tem dado umas «patacuadas» sobre delirios futebolísticos. Sousa Lara, renasce na televisão jurando que se fosse hoje faria o mesmo.
Mas o primeiro, fica muito mal na figura. Não revela sentido algum de Estado.
A classe politica, à sua esquerda começará seguramente de imediato a salivar e a esfregar as mãos. Alegre e Nobre, tirarão com toda a justiça frutos soculentos desta atitude.
A humildade e a reconciliação entre os homens de boa vontade, vê-se nos seus actos e nos momentos necessários.
Este Presidente da República, que «ajoelhou» perante um representante da Igreja Católica, que sobre as suas costas carrega o monstruoso fardo da pedofília, não apresenta agora a mesma dignidade e construção de espirito para repôr uma verdade.
Já era, mas hoje na comunidade «Saramaguiana» será por certo visto como um inimigo.
Será que não existe um «anti-ciclone» nos Açores um pouco mais poderoso do que o normal?
Para que serve um Presidente da República?
 


publicado por blogoval às 22:22
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 17 de Abril de 2010
Casos à volta de um simples vulcão....

Na Islândia, no cume da Europa, para lá dos tempos em que o sol se põe, explodem vulcões com a furia que lhes é ancestralmente caracteristica.

Debaixo da lava que expele, derrete o gelo glaciar... um nuvem de material vulcanico caminha a passos largos sobre a Europa.

Depois de todos os maleficios provocados, outro se descobriu, algo que se pensava improvável acontecer, mas decorre em toda a placa continental, os céus estão fechado ao trânsito aéreo. Os aviões não podem penetrar nestas nuvens, sob perigo de danificarem os seus componentes eléctricos e electrónicos, bem como paralisar em pleno voo os seus motores, desta forma, os contrutores aeronauticos de imediato deram instruções para não haver circulação.

As noticias no mundo espremem ao máximo todo o sumo que este caso pode transmitir. Algo voyeur está a acontecer. O caso deixa de ser noticia, mas passa a ganhar outra dimensão pelo simples facto dos constragimentos provocados nos aeroportos.

Olha-se ao céu, espera-se que as «aves» levantem voo.

Em terra, dentro e fora dos aeroportos, espera-se e se desespera pelo retomar da normalidade.

 

Via A Bola: «  O Presidente da República está a viajar de carro da Praga, na República Checa, até Lisboa. Cavaco Silva já chegou a Estrasburgo, França, local para a primeira escala da comitiva presidencial, que só chegará a Portugal no domingo.
O Chefe de Estado viaja acompanhado pela primeira-dama, os secretários de Estado Carlos Zorrinho e Pedro Lourtie, o chefe da Casa Civil, José Liberato, e dois seguranças. Estão já instalados no Hotel Sofitel.
Esta opção deve-se à nuvem vulcânica islandesa que está a impedir a circulação no espaço aéreo europeu. A restante comitiva presidencial segue em três autocarros, um pouco mais atrasados. A próxima escala, amanhã, é Barcelona.

 

Abre-se com este fenomeno da natureza uma curiosidade.

Cavaco Silva e sua lusa comitiva, estavam na Republica Checa, num frete presidencial a aturar as farpas que o presidente lá da terra nos estava a presentear.

Quando estava a preparar as malas para regressar a Portugal, é impedido pelo incomodado vulcão islandês.

A comunicação social portuguesa, repete e repete, explica e replica como o nosso presidente regressará ao conforto de Belem.

Já existem rotas traçadas, tempos de viagem, quilometros percorridos.

Mais parece que se trata do retorno de um presidente exilado, ou do regresso de um messias sebastiânico.

O homem a esposa, os seguranças e mais uns quantos amigalhaços de viagem, fazem aquilo que milhares de pessoas por todo esse mundo fora está a tentar fazer. Nós, aqui neste canto do mundo, onde nem a porra de uma nuvem nos atinge, precisamos e necessitamos de encher pacotes de espaços noticiosos. Desta feita, e depois do «manso é a tua tia, pá»... seguimos via GPS a chegada triunfal dos representantes de Boliqueime. Qual chegada pelo cais das colunas... há quem diga, as más linguas, de depois desta enorme viagem pelas terras do centro da Europa, o casal Silva extenuados irão pedir ao médico do «Centro de Saúde» da área de residência uma baixa de uns dias para recuperar as forças e do susto.

Que triste sina a nossa que temos que aturar esta gente.

 



publicado por blogoval às 22:18
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


posts recentes

“Carta Aberta” ao Preside...

Miguel Sousa Tavares - “N...

Cavaco Vs. Sócrates... a ...

Cavaco foi com a mala faz...

Cavaco e os 2 de 3 princi...

Cavaco Silva ... algumas ...

Cavaco... vais pagá-las.....

Para que serve um Preside...

Casos à volta de um simpl...

arquivos

Janeiro 2015

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Abril 2011

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

josé saramago(93)

outros cadernos de saramago(81)

benfica(61)

mundial de futebol(22)

carlos queiroz(9)

cavaco silva(9)

josé sócrates(9)

manuel joão vieira(9)

selecção nacional(9)

liga2010/11(8)

estrela da amadora(7)

futebol(7)

jorge jesus(7)

josé mourinho(7)

tsf(7)

500 metal(6)

carlos cruz(6)

casa pia(6)

champions league(6)

heavy metal(6)

saramago(5)

25abril(4)

antónio feio(4)

crise(4)

henricartoon(4)

manowar(4)

pedro passos coelho(4)

portugal(4)

sporting(4)

balas e bolinhos(3)

carl sagan(3)

casamento gay(3)

cosmos(3)

inter de milão(3)

luis freitas lobo(3)

papa(3)

pedro abrunhosa(3)

politica(3)

psd(3)

roberto(3)

socrates(3)

agostinho da silva(2)

apito dourado(2)

arrábida(2)

atletismo(2)

baltasar garzón(2)

campeões(2)

cuba(2)

educação(2)

elefante(2)

emperor(2)

enapá2000(2)

festa do avante(2)

fpf(2)

frança(2)

governo(2)

iraque(2)

iron maiden(2)

israel(2)

metallica(2)

passos coelho(2)

playboy(2)

portagens(2)

porto(2)

ps(2)

pt(2)

real madrid(2)

ricardo rodrigues(2)

sócrates(2)

tgv(2)

troika(2)

zeca afonso(2)

1.º maio(1)

100 anos(1)

11/9(1)

2010(1)

86 anos(1)

abril(1)

acidentes(1)

aeroportos(1)

agências de rating(1)

aimar(1)

alentejo(1)

álvaro cunhal(1)

ambiente(1)

aminatou haidar(1)

animação(1)

ano morte ricardo reis(1)

antena1(1)

avante(1)

barack obama(1)

bento xvi(1)

bertolt brecht(1)

bes(1)

biblioteca nacional(1)

blind guardian(1)

blog(1)

bnp(1)

bp(1)

braga(1)

todas as tags

links
«Viagem a Portugal» - José Saramago

Ver Viagem a Portugal - José Saramago num mapa maior
Counter
blogs SAPO
subscrever feeds